>

Alguém acredita que nada é por acaso? Alguém acredita que viemos ao mundo com uma missão (ou Lenda Pessoal, segundo “O Alquimista do Paulo Coelho)? Alguém aqui acredita que “em determinado momento de nossa existência, perdemos o controle das nossas vidas, e ela passa a ser governada pelo destino”? (ainda em “O Alquimista” isso é colocado como a maior mentira do mundo) Alguém acredita que o Universo conspira à favor daquilo que realmente desejamos? Alguém aqui acredita que “Peça e Será Atendido”?

Não estou interessado nas respostas dessas perguntas, mas feel free se quiserem respondê-las… o que eu vim escrever aqui hoje é sobre momentos decisivos… independente do que você responder acima, todos nós passamos por momentos decisivos, vários, que mudaram o rumo das nossas vidas e que, direta ou indiretamente, fizeram a gente chegar onde estamos…
Acredito que a maiora das pessoas que eu sei que lêem o que escrevo estão felizes com suas atuais situações (talvez não 100%, claro)… mas vocês já pensaram em quais foram os fatores decisivos que fizeram vocês chegar até aqui? Não falo apenas de aspectos profissionais, hein? Falo em aspectos sentimentais e espirituais também…

Não lembro onde eu li isso, e não consegui achar aqui agora, mas li uma vez que podemos citar em torno de 10 grandes momentos decisivos que determinaram o rumo das nossas vidas… por mais “fração de segundo” ou “de última hora” que ele tenha parecido… particularmente, eu acho que conseguimos listar mais que 10 coisas, mas essas 10 coisas são “acidentes” ou escolhas evitáveis… há coisas que teoricamente, não temos como evitar, por exemplo, escolher curso da faculdade ou emprego… inevitavelmente teremos que fazer uma escolha… o sentido aqui é de coisas que provavelmente não teríamos percebido diferença se não o tivéssimos feito, mas fazê-lo mudou em muito a sua vida (não estamos julgando para melhor ou pior, hein?)…

Eu particularmente, não consegui pensar em 10… mas vou explicar as que eu acho que fariam parte dessa lista…

1. Aceitar ir para aquela entrevista de professor de Inglês que eu só fui por insistência da minha mãe… era Janeiro, eu estava de férias da faculdade e a minha mãe achou o anúncio de uma escola de Inglês… eu tava em casa sem fazer nada de útil (tocando violão) e ela chegou “Vamos lá?”, e eu falei “Ah, vamos…”   …só eu sei o que eu aprendi dando aula de Inglês…

2. Um beijo roubado… não tivesse sido esse beijo… provavelmente eu estaria namorando (talvez até casado com) outra pessoa e estaria bem longe daqui hoje…

3. Uma brincadeira… ok, de mau gosto, vai… por telefone com o então namorado de uma amiga que não esqueceram até hoje… isso me custou o que eu considerava uma boa amizade…

4. Ir a um churrasco em véspera de uma prova para a qual eu não tinha estudado… tomei pau nessa matéria naquele semestre… hoje, falo desse dia em conversas sobre as minhas/nossas piores bebedeiras…

5. Escolher 70% de financiamento no FIES… rsrs… hoje, não recomendo pra ninguém, recomendo o sacrifício financeiro e a reavaliação dos seus luxos dispensáveis e indispensáveis… mas se realmente for necessário, recomendo que financiem somente 30%… hoje, tenho uma dívida de praticamente R$600,00 mensais até Abril de 2013… dívida essa que eu tenho desde 2004… rs…

6. Recentemente, aceitar bancar do bolso e ter ido ao Você… não sei dizer ainda quais as consequências reais e permanentes disso… mas eu podia ter escolhido não ir, como eu já tinha feito algumas vezes…

Dentre as escolhas inevitáveis, eu diria optar por fazer Engenharia de Computação em vez de Psicologia ou Música… optar por não ficar mais um ano fazendo cursinho pra tentar facul Federal/Estadual no ano seguinte… entrar no Eldorado… aceitar ir para o meu atual projeto… etc…

Pergunta: vocês conseguem identificar momentos “frações de segundos” ou de “última hora” que vocês diriam que foram momento decisivos na vida de vocês?

Bom, é isso… peace! 1234 SEMPRE!

Advertisements