>

Coloquei “primeira parte”, mas ainda não sei em quantas partes esse hábito será dividido… é possível que essa seja a única, vamos ver… 

Hábito 2 – “Comece com um objetivo em mente”. 

Tem uma proposta de exercício no começo do capítulo que eu não vou postar aqui… alguma coisa tem que ficar pra quem ler o livro, né? O livro, após esse exercício, fala sobre o processo de criação. Ele  diz que as coisas são criadas duas vezes. Uma criação mental, e uma criação física. 

A criação mental consiste dos planos que fazemos com relação a uma criação. Grosseiramente como se fosse a planta da casa. A criação física é a construção da casa propriamente dita. Essa primeira criação, que talvez passe despercebida, embora muitas vezes é inevitável, é, pelo que concluí até agora, o “começar com um objetivo em mente”. 

Então, até agora, temos o Hábito 1 é “seja proativo”… ou seja, seja o responsável… o Hábito 2 é “comece com um objetivo em mente”… jutando o Hábito 1 com a ideia dessas duas criações, temos que devemos ser responsáveis pelas duas. Não ser o responsável pela primeira criação, significa que você não foi proativo, e está, na segunda criação, fazendo algo que é o objetivo de uma outra pessoa… se você é o responsável pela primeira criação, mas não for responsável pela segunda, das duas uma, ou você delegou (e por isso eu quero dizer, deixar que outra pessoa faça sem nenhuma participação de sua parte), ou nada está sendo feito… aí, talvez a gente caia naquela fórmula: 

intenções – ações = nada 

Sobre o Hábito 2, por enquanto, é isso… 

Fico por aqui… 1234 SEMPRE!

Advertisements